Buscar
  • Pedro Graziano

Água: 5 passos para tornar sua empresa sustentável

A sustentabilidade não é só uma questão ambiental, mas também de desenvolvimento e economia. Saiba como uma gestão eficiente da água pode preservar esse recurso, levar a economia na conta e tornar sua empresa sustentável

De acordo com o Relatório Mundial da ONU sobre o Desenvolvimento de Água de 2020, o uso global desse recurso aumentou seis vezes nos últimos 100 anos.


Se permanecer no ritmo em que se encontra, podemos enfrentar um déficit de água de 40% até 2030. Ou seja, crises e racionamentos devem se tornar mais comuns.


A melhor forma de nos protegermos disso – bem como a economia e o desenvolvimento dos países - é mudando nossas práticas de consumo e nos tornando mais sustentáveis. E como fazer isso com o recurso natural mais valioso do planeta?


Bom, para as empresas, pode significar desde pequenas mudanças até ter um sistema de abastecimento de água próprio e autossuficiente.


Saiba abaixo por que você deve se tornar sustentável em água, e como:


Por que realmente devemos ter empresas sustentáveis?


Uma empresa sustentável é aquela que sabe gerir seus recursos com inteligência, independência, autonomia e responsabilidade, aplicando esses conceitos em todo o seu processo, do input ao output.


Ser sustentável significa utilizar os recursos disponíveis de forma racional e consciente sem comprometer a sua disponibilidade – nem agora, nem amanhã, nem nunca.


Jamais pense que medidas sustentáveis servem para ajudar o meio ambiente - elas na verdade te ajudam ao mesmo tempo em que ajudam o meio ambiente. Isso é diferente e muito importante.


Devido à crise hídrica que o Brasil enfrenta desde 2014, a falta d’água pode afetar enormemente as empresas, desde as tradicionais indústrias de alto consumo dos setores de shoppings e farmacêuticas até unidades puramente comerciais como galpões ou mesmo escritórios corporativos.


Isso porque a maior parte da água utilizada nas grandes empresas não é aquela que vemos na pia do banheiro, mas sim aquela usada em processos de limpeza, refrigeração, geração de vapor e alimentação, por exemplo.


Essa é a verdadeira importância da água: ela está por trás de diversos processos de uma empresa, do básico, como a higiene, até os mais complicados, como uma linha de produção inteira, por exemplo.


Logo, se ampliarmos o horizonte, perceberemos que estratégias para a economia de água são também muitas vezes estratégias de manutenção de cadeias produtivas, incluindo empregos e saúde pública.


Em outras palavras, a diminuição do risco hídrico deve ser uma prioridade para qualquer gestor, seja de uma indústria, de um galpão ou um síndico.


Água, sustentabilidade e indústria


As indústrias representam 15% da demanda de água no Brasil, de acordo com a plataforma SAVEh (Sistema de Autoavaliação de Eficiência Hídrica), uma iniciativa da Ambev.


Tendo em vista que a água é um insumo fundamental utilizado para diversos fins - desde matéria-prima até geração de vapor, sistemas de refrigeração, limpeza de áreas e instalações sanitárias -, uma gestão hídrica eficiente é capaz de economizar em mais de 30% no consumo desse recurso.


Aproveitando o Dia Mundial da Água, confira 5 dicas que verdadeiramente fazem diferença para se tornar uma empresa sustentável:


1 – Reconheça que a cultura ESG veio para ficar


Adotar práticas sustentáveis deixou de ser uma atitude opcional. Bancos como Itaú e XP já criaram fundos destinados à financiamento de baixo custo de empresas com práticas ESG (“environmental, social and corporate governance”). Além disso, certificações prediais como a LEED são cada vez mais importantes.


Hoje em dia, a responsabilidade ambiental não é mais “perfumaria”, e sim reflete diretamente no resultado das grandes empresas - uma redução de 30% nas despesas com água gera impacto direto no EBIT de qualquer negócio, mesmo aqueles que não usam água na composição de seu produto final.


Como é possível ver no gráfico abaixo, das empresas listadas na bolsa de valores S&P, as sustentáveis reportaram resultados melhores que a média das empresas convencionais.

Gráfico: empresas sustentáveis listadas na bolsa de valores S&P têm resultados melhores que a média das empresas convencionais

2 – Estabeleça metas e priorize ações


Vale lembrar que é impossível estabelecer metas sem conhecer os gastos exatos com água da sua empresa. Não adianta só conferir a conta; é preciso estudar o balanço hídrico de seu negócio, ou seja, o uso direto e indireto de água, como o consumo voltado a sistemas de aquecimento e resfriamento ou paisagismo, por exemplo.


É muito comum vermos gestores preocupados com a vazão de água do bebedouro da copa, enquanto o sistema de refrigeração é praticamente intocável.


Saber como e quanto sua empresa gasta é o primeiro passo para reduzir desperdícios e tornar seus processos mais eficientes.


Em seguida. é importante ter em mente a análise de Pareto e priorizar o que gera mais impacto.


Por fim, com uma simples análise de custo-benefício, é possível identificar as soluções que trarão mais benefícios e economia que despesas ao longo do tempo.


3 – Implemente soluções sustentáveis


Conhecendo as áreas que mais necessitam de alterações e o custo relacionado a essas mudanças, você pode implementar as melhores soluções para reduzir seu consumo e seu gasto com água.


As opções são variadas em qualidade e valor, desde adaptações e revisões na infraestrutura para evitar desperdício até projetos de captação de água própria, reuso e tratamento de água e esgoto.


Priorize soluções que não ofereçam riscos financeiros ou operacionais. Afinal de contas, você também tem outras preocupações, incluindo a principal, com seu produto final.


4 - Gerencie os seus resíduos


Muitos negligenciam o papel que uma gestão de resíduos eficiente tem na sustentabilidade e na redução do consumo de água.


Possuir uma estação de tratamento de efluentes (ETE), por exemplo, tem duas grandes vantagens.


A primeira é se tornar responsável por 100% de seus resíduos, uma ação com enorme impacto ambiental, e muito bem reconhecida pelo mercado.


A segunda é que o tratamento de águas cinzas leva a sua reutilização para fins não potáveis, como descargas sanitárias, limpezas de galpões e áreas externas, fontes e espelhos d’água, irrigação de plantas e jardins, refrigeração etc. Não preciso nem dizer que isso pode se traduzir em uma grande economia.


5 - Insira o consumo consciente na cultura da empresa


Por fim, lembre-se que sua empresa é formada por pessoas - se elas compartilharem de uma cultura sustentável, teremos um clima organizacional ainda mais saudável.


Sendo assim, uma maneira de promover a economia de água no ambiente corporativo é inserindo a sustentabilidade e práticas conscientes na cultura da empresa.


Ao educar colaboradores e desenvolver projetos em torno de hábitos de sustentabilidade, é possível reduzir o desperdício e gerar consciência. Uma dica é sinalizar ambientes apresentando soluções de eficiência hídrica aplicadas com orientações para o uso consciente da água.


Mais ferramentas incluem cartilhas informativas, newsletter e outras formas de comunicação interna.


É importante que a sustentabilidade faça parte da política oficial da empresa, o que significa não só incentivar seus funcionários a usar a água de forma consciente, mas também tomar diversas outras medidas, como buscar fornecedores sustentáveis. Sempre que possível, opte por fornecedores que possuam certificações ambientais.


Isso porque, ao levar em conta toda a cadeia produtiva do negócio, desde a compra de insumos até a distribuição dos produtos, você garante que todo o fluxo produtivo de sua empresa seja sustentável – e isso sim é a verdadeira sustentabilidade.


Por fim, o chamado marketing verde pode engajar não somente fornecedores, funcionários e colaboradores, mas também clientes e consumidores da empresa, tornando a sustentabilidade uma prática consciente associada à sua imagem.


WAAS - Sistema de abastecimento e tratamento próprio e exclusivo


Certamente, uma das principais soluções para se tornar uma empresa sustentável é possuir um sistema próprio de abastecimento e tratamento de água e esgoto, que englobe diversas tecnologias para economizar e reduzir o consumo e o desperdício de água.


Se isso soa caro demais, saiba que o investimento pode ser zero. Com métodos inovadores e soluções personalizadas, a equipe de especialistas da NeoWater pode desenvolver o melhor projeto e operar o melhor sistema para a sua empresa sem custo de implementação, com opex negativo e de forma mais barata que a concessionária.


Se interessou pela nossa solução exclusiva e integrada? Entre em contato conosco e saiba mais! Nossa equipe está preparada para te ajudar.


São Paulo

Av. Presidente Juscelino Kubitschek, 1.455 - 4º andar

Vila Olímpia – São Paulo/SP

Pouso Alegre

Avenida Beata de Paula, 15 - Fátima I. Pouso Alegre/MG

0800-591-1812  /  (11) 96369-2837 (11.9NEOWATER)

contato@neowater.com.br

Untitled-1_edited.png