Buscar
  • NeoWater

BOT, AOT, O&M: conheça diferentes modalidades de terceirização do tratamento de água e efluentes

Atualizado: 27 de abr.

Precisa de um sistema de tratamento de água e efluentes onsite? Conheça os modelos BOT, BOO, AOT, AOO e O&M e saiba qual é o melhor para seu negócio


Planta de tratamrnto de água e efluentes in site. Saiba a diferença entre os modelos BOT, AOT e O&M

Muitas empresas precisam ter captação e tratamento de água e efluentes dentro de suas plantas, ou seja, onsite.


No entanto, este tipo de operação muitas vezes envolve métodos complexos e exige investimentos salgados, além de um acompanhamento especializado e uma atenção especial à legislação ambiental e sanitária.


Por conta disso, uma das alternativas mais utilizadas pelas empresas é a terceirização do serviço através de modalidades como BOT, BOO, AOT, AOO e O&M.


Mas o que significam todas essas siglas? Qual desses modelos proporciona a melhor solução para suas necessidades ou sua indústria?


Conheça as diferenças entre os diversos modelos e saiba como ter um desses sistemas em seu negócio:


Modelos de terceirização de água e esgoto


Antes de mais nada, é preciso esclarecer que essas diferentes modalidades de terceirização da captação e do tratamento de água e efluentes têm algumas características em comum.


Por exemplo, nenhuma delas requer investimentos por parte do cliente.


Além disso, a empresa parceira que realiza os serviços é, normalmente, a responsável pela obtenção de licenças, realização de adequações necessárias – por exemplo, às normas técnicas da ABNT – e pelo cumprimento à legislação ambiental e sanitária em todos os âmbitos, ou seja, federal, estadual e municipal.


Por fim, em cada um desses modelos, a empresa parceira é responsável não só por operar o sistema para o cliente, mas também por geri-lo e mantê-lo, o que inclui manutenções preventivas e reparos emergenciais.


Uma das maiores vantagens desses modelos, assim, é liberar a sua empresa para direcionar seus recursos financeiros e humanos para suas atividades core do seu negócio.


Por essas razões, são modalidades recomendadas para todo tipo de empreendimento que tenha necessidade de sistemas de tratamento de água e efluentes dedicados onsite, o que engloba diversos setores da indústria, grandes consumidores de água como shoppings, hospitais, hotéis, universidades e data centers e muito mais.


Saiba um pouco mais sobre cada um dos modelos:


BOT (Build, Operate & Transfer)


Como o nome em inglês indica, BOT significa “construir, operar e transferir”. Nesse formato de contratação, a empresa terceirizada utiliza capital próprio para desenvolver, implantar, operar e manter um projeto exclusivo, sem qualquer risco ou custo para o cliente.


Em outras palavras, a prestação de serviços inclui não só o próprio sistema de captação e tratamento de água e efluentes, mas também mão de obra especializada, gestão, análises físico-químicas e bacteriológicas da água e a reposição de insumos químicos, entre outras coisas.


O projeto é definido em contrato por um tempo determinado. Ao término desse período, o sistema é inteiramente transferido para o cliente, sem custo.


Caso o cliente não tenha interesse ou necessidade em obter os ativos, pode optar pela segunda modalidade aqui descrita: BOO.


BOO (Build, Operate & Own)


BOO significa “construir, operar e possuir”. A única diferença em relação ao BOT, assim, é a destinação dos ativos ao final do contrato.


Enquanto no BOT há transferência do sistema ao cliente, no BOO os ativos permanecem em propriedade da companhia contratada. Se não houver renovação do contrato, o serviço é terminado.


Essa modalidade é mais indicada para situações nas quais o cliente não pretende ser proprietário do sistema de captação e tratamento onsite.


AOT (Acquire, Operate & Transfer)


AOT significa “adquirir, operar e transferir”. Nessa modalidade, a empresa parceira adquire sistemas existentes ou com necessidade de reforma e passa a prestar os serviços de operação e manutenção, transferindo os ativos ao cliente no final do contrato.


Neste tipo de contratação, o parceiro também realiza quaisquer investimentos necessários e assume todos os custos de operação e manutenção dos ativos, mantendo ainda em seu escopo a gestão e a responsabilidade ambiental e sanitária, como nos casos do BOT e BOO.


Como ocorre com as outras duas modalidades, existe a opção AOO para quem não deseja a posse do sistema.


AOO (Acquire, Operate & Own)


De maneira similar ao BOO, a modalidade “adquirir, operar e possuir” é indicada para empresas que desejam (continuar a) ter um sistema de abastecimento onsite, sem se tornarem proprietárias dele.


Neste caso, uma empresa parceira pode adquirir o sistema e assumir a operação e a manutenção, mantendo-se como proprietária ao final do contrato.


O&M (Operation & Maintenance)


O&M significa “operação e manutenção”. Nessa modalidade, a empresa parceira assume a operação e a manutenção de um sistema existente, sem se tornar proprietária dele.


Nesse regime de contratação, a gestão e as responsabilidades ambiental e sanitária continuam sendo papel do parceiro.


O modelo O&M é especialmente indicado para clientes que já têm um sistema dedicado, mas precisam de mão de obra qualificada, de reformas ou melhorias operacionais e/ou de auxílio para adequar a operação à legislação vigente.


7 vantagens de modelos como BOT e O&M


Não importa qual modelo você escolha – afinal, como abordado no início do texto, todas as modalidades têm escopos semelhantes -, a terceirização da captação e do tratamento de água e efluentes apresenta inúmeras vantagens para as empresas.


Para exemplificar alguns deles, confira abaixo os principais benefícios do sistema WAAS, da NeoWater.


Estação de tratamento de água projetada pela NeoWater

A NeoWater é uma empresa de saneamento que trabalha com as diversas modalidades mencionadas, em projetos feitos sob medida de acordo com a necessidade de cada cliente.


O sistema WAAS pode incluir uma variedade de soluções e serviços, incluindo água de reuso, monitoramento via IoT e muito mais. Confira suas maiores vantagens:


CAPEX zero e OPEX negativo


Não é preciso investir nada na implantação do sistema, bem como não há custos de operação e manutenção, incluindo reposição de materiais, equipamentos e mão-de-obra.


Economia


Os fatores acima, aliados à otimização da operação, geram uma grande economia para a empresa. Ou seja, não só você não precisa investir na contratação de mão de obra qualificada, com todos os seus encargos trabalhistas e custos de treinamento, como conta com uma gestão eficiente capaz de evitar desperdícios, multas e muito mais.



Autonomia e segurança operacional


Além de implantar processos que facilitam o cumprimento da legislação, evitam desperdícios e resultam em redução de custos, o WAAS visa sempre a autossuficiência em água, de forma que você não fica sujeito a crises hídricas e racionamentos, aumentando a segurança operacional de seu negócio.


Ausência de risco


O contrato é seguro e o pagamento só ocorre depois que o sistema for implantado e estiver funcionando adequadamente, enquanto houver prestação do serviço na qualidade acordada. Além disso, a NeoWater é a responsável por todos os riscos operacionais e ambientais, oferecendo uma grande segurança operacional e legal.


Previsibilidade de orçamento


O contrato não sofre alterações como as resoluções tarifárias das concessionárias, por exemplo. Além disso, uma vez que sequer há risco de gastos imprevistos com manutenção, é possível ter um melhor controle orçamentário.


Inovação


O modelo WAAS oferece soluções e infraestruturas inovadoras, muito superiores às disponíveis através das concessionárias. Além disso, é uma chance de obter a melhor tecnologia para o seu negócio sem ter que arcar com seus altos custos.


Gestão inteligente


A NeoWater faz a gestão inteligente do sistema e oferece relatórios em tempo real sem qualquer custo adicional. Através de sensoriamento, automação e tecnologia IoT, o sistema é acompanhado 24 horas por dia, de forma que você pode focar os esforços no seu core business com mais tranquilidade.



Como ter um sistema WAAS em sua empresa


O processo para a contratação de um modelo BOT, BOO, AOT, AOO ou O&M, como o sistema WAAS da NeoWater, começa com uma visita e um estudo da viabilidade técnica e econômica de diferentes soluções para o seu negócio.


Conhecendo sua demanda específica e o melhor modelo de negócios para sua empresa, é possível fazer um projeto exclusivo com base na disponibilidade e adequação de diferentes soluções.


Quer saber mais sobre o WAAS? Entre em contato conosco! Nossa equipe de especialistas está pronta para te ajudar a ter água de qualidade com economia.

FALE CONOSCO

Deixe sua mensagem abaixo

Obrigado pelo envio! Logo mais alguém te liga.