Buscar
  • NeoWater

Selo ecológico: saiba por que sua empresa deveria ter uma certificação ambiental

Atualizado: Ago 23

Cada vez mais, empresas com selos ambientais como a certificação LEED estão se destacando no mercado. Conheça alguns dos melhores selos ecológicos que seu negócio pode obter e entenda por que você deveria ser certificado


Selos das certificações ambientais LEED e Procel lado a lado

A questão ambiental é muito presente na sociedade hoje. Com a consciência da necessidade de preservar os recursos naturais, clientes, consumidores, investidores e até parceiros valorizam cada vez mais os negócios que prezam pela sustentabilidade.


De acordo com uma pesquisa da União para o BioComércio (UEBT), 88% dos brasileiros se preocupam com o fato de as empresas adotarem boas práticas de uso dos insumos naturais. Foi a maior porcentagem entre os nove países pesquisados: Brasil, Equador, México, Estados Unidos, Reino Unido, Holanda, França, Alemanha e Índia.


E como mostrar que sua empresa tem práticas sustentáveis?


Uma forma comum é através dos selos ambientais, também chamados de selos ecológicos ou certificações ambientais.


Uma vez que é difícil saber se um negócio realmente faz aquilo que prega, o selo funciona como uma prova de que a empresa realmente busca reduzir seus impactos através de medidas de proteção ambiental.


Principais benefícios da certificação ambiental


A certificação assegura à sociedade que o seu negócio possui políticas ambientais, ou seja, é comprometido com práticas sustentáveis e obedece a todas as leis ambientais e normas vigentes.


No geral, possuir selos ambientais não só beneficia a imagem da sua empresa, mas também aumenta seu valuation, representa uma vantagem competitiva, otimiza seus processos produtivos, potencializa seus ganhos financeiros e auxilia na conservação do meio ambiente.


Outras vantagens menos aparentes são o acesso a novos mercados ambientalmente exigentes, facilidade de obter certas linhas de crédito e financiamento (com bancos que possuem programas específicos como o BNDES ou o Itaú, por exemplo), menor custo de aquisição de matéria-prima, economia de água e energia, bem como menor risco de penalizações.



Qual certificação ambiental eu devo ter?


Existem mais de 30 selos verdes no país, desde os mais comuns, como a certificação LEED e o ISO 14001, até os menos conhecidos, como o Site Sustentável ou os selos do CNDA.


Uma vez que é preciso atender diversos parâmetros para ser elegível para um certificado, você primeiro deve pesquisar qual se encaixa em seu modelo de negócios.


Por exemplo, existem certificações específicas para o comércio de matéria-prima. Se esse não for o seu caso, você não conseguirá o selo – de qualquer forma, poderá comprar de fornecedores que tenham, o que com certeza é uma boa prática sustentável.


Algumas das certificações mais relevantes em produtos orgânicos, agrícolas e florestais são: Selo IBD, ECOCERT, FSC, Certificado Rainforest Alliance, Produto Orgânico Brasil, Cerflor e Imaflora.


Existem também certificações voltadas a emissão de gases do efeito estufa, como o programa Carbon Free da ONU, que calcula a forma como uma empresa pode compensar suas emissões por meio de medidas como plantio de árvores, por exemplo. O Site Sustentável tem dinâmica parecida: faz o cálculo e planta as árvores necessárias para compensar as emissões de CO2 decorrentes do consumo de energia de servidores.


Atualmente, no entanto, alguns dos melhores e mais relevantes selos ambientais são voltados para boas práticas de construções prediais e gestão ambiental, como a certificação LEED ou o ISO 14001. Elas geralmente focam em práticas sustentáveis em água, energia e resíduos.


Conheça abaixo algumas dessas certificações ambientais. Depois de escolher qual tem mais a ver com o seu negócio, é importante obter todas as informações e preencher os requisitos criteriosamente. Na maioria dos casos, a empresa passa por uma auditoria de certificação para comprovar sua adequação às normas antes de ganhar o selo.


6 certificações ambientais que sua empresa pode obter


Conheça seis selos ecológicos com diversos benefícios que empreendimentos brasileiros podem obter:


Certificação LEED


LEED significa “Leadership in Energy and Environmental Design”, ou “Liderança em Energia e Design Ambiental”, em tradução livre. Esse selo desenvolvido pela Green Building Council é reconhecido mundialmente e um dos mais relevantes de sua categoria.


O LEED certifica as edificações que minimizam os impactos ambientais tanto na fase de construção quanto de uso.


O selo analisa critérios para uma “construção verde” com práticas sustentáveis em diversas áreas, como localização e transporte; eficiência em água, energia, materiais e recursos; qualidade interna dos ambientes e inovação; créditos regionais etc.


Há mais de 50 edifícios com esse certificado no Brasil, o quarto país no ranking das certificações LEED, atrás dos EUA, Emirados Árabes e China.


AQUA-HQE


De forma semelhante ao LEED, a certificação AQUA-HQE é voltada para a qualidade ambiental em construções sustentáveis.


O selo nasceu brasileiro, mas, depois de ter sido adequado à certificação francesa Démarche HQE (Haute Qualité Environnementale), se tornou internacional. Por aqui, é aplicado pela Fundação Vanzolini.


Para consegui-lo, o empreendimento precisa implantar um sistema de gestão específico e atender 14 categorias de qualidade ambiental, garantindo, entre outras coisas, economia de água e energia, disposição correta de resíduos, gestão de manutenção e contribuição para o desenvolvimento ambiental e econômicoda região onde está inserida.


Além de diminuir bastante as despesas do prédio e aumentar o valor patrimonial ao longo do tempo, dependendo de onde o empreendimento for localizado, a certificação pode ajudar na obtenção de descontos no pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) também.


Procel


O Procel, ou Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica, certifica o uso eficiente de energia. O Ministério de Minas e Energia, em conjunto com a Eletrobrás, é o responsável por esse selo.


Na maioria dos casos, ele significa que o produto certificado consome menos energia.


Existem algumas variações, no entanto, como o Procel Edifica. Essa certificação tem como objetivo promover a eficiência de energia elétrica de edifícios comerciais e residenciais, evitando o desperdício.


ISO 14001


O ISO 14001 certifica projetos de Sistema de Gestão Ambiental que equilibram economia e meio ambiente – ou seja, projetos de empresas com boas práticas sustentáveis visem tanto o lucro quanto não gerar impacto negativo no ecossistema.


É administrado pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e, para obtê-lo, é necessário passar por uma autoria.


Rótulo ecológico ABNT


Também administrado pela ABNT, esse rótulo se aplica a qualquer setor industrial e serve para informar os consumidores quais produtos e serviços são ambientalmente amigáveis, ou seja, menos agressivos ao meio ambiente.


Ele leva em conta o ciclo de vida do produto, de sua extração a fabricação, distribuição, utilização e descarte.


Selos do CNDA


O CNDA (Conselho Nacional de Defesa Ambiental) é uma organização da sociedade civil de interesse público. Seus selos garantem qualidade ecológica e socioambiental de produtos e serviços.


Além do “Selo Verde”, a certificação “Selo Empresa Amiga do Meio Ambiente” mostra à sociedade que a empresa apoia ações socioambientais cumprindo 10 passos necessários para a sua obtenção.


Um grande passo em direção à certificação: gestão hídrica


Como você pode perceber, a eficiência hídrica faz parte da gestão ambiental e é uma prática sustentável muito importante para a maioria das certificações.



Existem muitas formas de melhorar a gestão hídrica de sua empresa, economizar no consumo e na conta de água e gerir melhor seus resíduos, com zero desperdício – e tudo isso sem necessidade de investir um real.


Quer saber como? Entre em contato conosco! Nossa equipe está pronta para te ajudar e te oferecer soluções com resultados incríveis.