Buscar
  • NeoWater

Selo Casa Azul: Caixa oferece desconto no financiamento para construções de baixo impacto ambiental

Atualizado: Ago 23

Construtoras e incorporadas que tiverem projetos de edificações de baixo impacto ambiental podem obter descontos nas linhas de financiamento da Caixa com o Selo Casa Azul. Conheça soluções sustentáveis que podem ajudar na obtenção do selo


Exemplos de certificação com base nos diferentes critérios do Selo Casa Azul
Exemplos de certificação com base nos diferentes critérios do Selo Casa Azul

Bancos e outras instituições financeiras estão cada vez mais conscientes de seu papel e sua responsabilidade na construção de um mundo sustentável.


Atualmente, existem diversas linhas de financiamento e fundos destinados a favorecer e valorizar as empresas que prezam pela sustentabilidade ambiental e por uma boa governança.


O Selo Casa Azul da Caixa Econômica Federal é uma dessas iniciativas. Criado inicialmente em 2009 como um dos primeiros sistemas de classificação do índice de sustentabilidade de projetos habitacionais brasileiros, foi reformulado recentemente para se adequar ao novo cenário e incorporar as inovações promovidas na construção civil.


De forma parecida a selos mundialmente reconhecidos como a certificação LEED, o Selo Casa Azul da Caixa é oferecido a empreendimentos que adotam soluções eficientes e sustentáveis na concepção, execução, uso, ocupação e manutenção de suas edificações.


A diferença é que esse selo não serve apenas para reconhecer projetos sustentáveis, e sim para ajudá-los a serem erguidos com descontos nas taxas de juros das linhas de financiamento da Caixa.


Saiba abaixo como funciona o Selo Casa Azul e quais são alguns dos critérios mais importantes para obtê-lo.


Selo Casa Azul: como funciona e a quem se destina?


O Selo Casa Azul é um instrumento de classificação socioambiental para propostas de empreendimentos habitacionais, destinado principalmente a construtoras e incorporadoras que desejem obter linhas de financiamento da Caixa Econômica Federal.


São elegíveis tanto projetos novos em fase de análise quanto projetos já analisados e contratados.

Uma vez que o selo é oferecido a construções que priorizem o uso racional de recursos naturais, bem como adotem soluções urbanísticas e arquitetônicas de qualidade, é preciso que o projeto atenda a diversos critérios exigidos para obter os descontos.


É importante observar que a Caixa acompanhará a obra para verificar se o empreendimento está sendo executado conforme o projeto certificado.


Existem quatro níveis de classificação - Bronze, Prata, Ouro e Diamante -, concedidos conforme a pontuação alcançada em 49 critérios de avaliação distribuídos nas categorias “Qualidade Urbana e Bem-Estar”, “Eficiência Energética e Conforto Ambiental”, “Gestão Eficiente da Água”, “Produção Sustentável”, “Desenvolvimento Social” e “Inovação”, somadas à pontuação Bônus.


Para obter os Selos Casa Azul Bronze, Prata e Ouro, 15 critérios são obrigatórios. Para a obtenção do Selo Diamante, somam-se a eles mais 7 critérios obrigatórios.


Como atender aos critérios de Eficiência Energética e Gestão Eficiente da Água


Eficiência energética e hídrica estão entre os critérios mais comuns em certificações ambientais prediais. Construções gastam muita água e energia, e a gestão eficiente desses recursos é extremamente importante.


Existem 9 critérios na categoria “Eficiência Energética e Conforto Ambiental”, sendo 4 obrigatórios: Orientação ao Sol e aos Ventos; Desempenho Térmico e Lumínico; Dispositivos Economizadores de Energia; Medição Individualizada de Gás.


Para o Selo Diamante, Geração de Energia Renovável é obrigatório também. Completam a lista os critérios opcionais Ventilação e Iluminação Natural dos Banheiros; Iluminação Natural de Áreas Comuns; Sistema de Aquecimento Solar e Elevadores Eficientes.


Já em “Gestão Eficiente da Água”, existem 6 critérios, sendo 3 obrigatórios: Dispositivos Economizadores de Água; Medição Individualizada de Água e Áreas Permeáveis. O Aproveitamento de Águas Pluviais é um critério obrigatório ao Selo Diamante, sendo Reuso de Águas Cinzas e Retenção ou Infiltração de Águas Pluviais critérios opcionais.


Outras categorias possuem critérios relacionados, como Gestão Eficiente da Água no Canteiro de Obras, de “Produção Sustentável”, obrigatório ao Selo Diamante. Você pode conferir a lista na íntegra aqui.


Para ajudar empreendimentos habitacionais, empresas como a NeoWater possuem diversas soluções que ajudam a preencher esses critérios, de balanços hídricos a monitoramento do consumo 24 horas por dia para uma gestão eficiente da água até captação de fontes alternativas, incluindo água da chuva e reuso de águas cinzas.


No braço energético, a Geração de Energia Renovável é a solução perfeita para quem deseja o Selo Diamante.


Graças a um modelo de negócios chamado WAAS (Water as a Service), a edificação pode se tornar autossuficiente em água, sendo elegível até para critérios bônus. O melhor de tudo é que as soluções exigem zero investimento (saiba mais aqui).


Em outras palavras, construtoras e incorporadoras não precisam custear o investimento na captação ou tratamento da água, ou mesmo operar o sistema – tudo é feito pela NeoWater.


Tudo isso com a vantagem adicional de obter descontos nas linhas de financiamento e oferecer aos futuros moradores água e energia sustentáveis e de qualidade, a um preço melhor do que pagariam se fossem atendidos pela rede pública - o que ainda agrega valor ao imóvel, pois quem não gostaria de morar em um local onde a conta de água e energia é mais barata?


WAAS – o modelo de negócios que leva água aonde for preciso


Uma vez que o WAAS é destinado a tornar as edificações autossuficientes em água, o que pode incluir poços artesianos de alto desempenho, ETAs, ETEs, reuso e muitas outras soluções hídricas inovadoras, é um modelo de negócios que permite que construções sejam erguidas em locais sem acesso prévio a rede de abastecimento pública.


Outro benefício desta solução é que a construtora não precisa em investir em infraestrutura (como poços e estações de tratamento) para doá-la posteriormente a concessionárias púbicas ou ter que arcar com a responsabilidade de operá-la – o investimento e o risco da operação do sistema é assumido integralmente pela concessionária particular.


Vale lembrar que a solução WAAS é sempre personalizada e envolve diferentes tecnologias, as mais adequadas para cada projeto. Não é necessário se preocupar com nada, uma vez que toda a responsabilidade – operacional, ambiental e sanitária – é da NeoWater.


Tanto o Selo Casa Azul quanto a solução WAAS são tentativas de promover a conscientização sobre os benefícios sociais e econômicos das construções sustentáveis, pois elas não só são melhores para o meio ambiente, como também reduzem os custos de construção, operação e manutenção dos edifícios, incluindo as despesas mensais de seus usuários.


Se interessou? Fale conosco! Nossa equipe está pronta para te ajudar a ter uma edificação sustentável e eficiente.