Buscar
  • NeoWater

Osmose reversa: saiba como funciona esse tratamento de água para indústrias

A osmose reversa é um tratamento que utiliza uma membrana para filtrar e separar substâncias da água. Saiba como esse sistema funciona, quais são suas principais aplicações e benefícios e como implantar a solução na sua empresa


Sistema de osmose reversa industrial tem vários benefícios para sua empresa

A osmose reversa (também chamada de osmose inversa) é um tratamento para a água. Funciona como um processo de filtração, utilizando uma membrana especial para separar substâncias da água.


Essa membrana possui poros que permitem a passagem de água enquanto rejeitam moléculas maiores, tais como sais e outras impurezas, como vírus e bactérias.


Como resultado, produz uma água altamente purificada para sistemas de abastecimento.


Esse tipo de tratamento é comum em diversos setores da indústria, utilizado principalmente em caldeiras, hemodiálises hospitalares, no processamento de alimentos e bebidas, na fabricação de cosméticos e remédios, na dessalinização de água do mar e em muitas outras aplicações.



Saiba exatamente como funciona a osmose reversa, quais são suas principais aplicações e benefícios, e como implantar essa solução na sua empresa:


Osmose reversa: como funciona


O processo leva esse nome porque o solvente (no caso, a água) flui do meio mais concentrado para o menos concentrado, o inverso do que ocorre naturalmente durante a osmose, onde a água flui de um meio menos para outro mais concentrado.


A filtração ocorre graças a um desequilíbrio químico entre duas soluções separadas por uma membrana semipermeável sintética.


Esse desequilíbrio leva ao surgimento de uma pressão no sentido do fluxo da água, chamada de pressão osmótica.


Devido à pressão osmótica, a água flui de um ambiente mais concentrado para um menos diluído, enquanto bactérias, vírus e outros tipos de sólidos dissolvidos são retidos pela membrana.



A tecnologia tem uma taxa de sucesso muito grande, eliminando até 99% dos solutos, o que faz dela uma excelente candidata para o tratamento da água em indústrias que precisam de bastante pureza.


Geralmente, um sistema de osmose reversa é composto de pré-tratamento, filtro e sistema de permeação, além de indicador de pressão, vazão e qualidade de água, bem como painel de força e sistema externo de limpeza química e desinfecção.


Além da etapa de osmose reversa, sistemas de tratamento industriais podem contar com outros procedimentos para ajudar a purificar a água, como radiação ultravioleta (UV), a fim de garantir a eliminação de quaisquer microrganismos que venham a entrar em contato com ela.


Aplicações da osmose reversa


A osmose reversa tem diversas aplicações. Algumas são:


  • Dessalinização da água do mar, tornando a água potável;

  • Alimentação de caldeiras;

  • Máquinas de hemodiálise e autoclaves em hospitais;

  • Processos de acabamento de metais;

  • Na indústria cosmética, por exemplo, para fabricação de produtos;

  • Na indústria farmacêutica, por exemplo, para fabricação de remédios;

  • Na indústria química, por exemplo, para purificar a água usada em análises químicas;

  • Na indústria alimentícia, por exemplo, na fabricação de certas bebidas e de gelo;

  • Na irrigação, por exemplo, para impedir o acúmulo de substâncias indesejadas no solo etc.


Benefícios da osmose reversa para a indústria


O benefício mais óbvio é que a água obtida pelo processo de osmose reversa tem alta pureza.


A água pura ou ultrapura é vantajosa em várias aplicações. Em maquinários industriais, por exemplo, gera menos problemas de corrosão e incrustações.


Ela também é usada para resfriar máquinas que funcionam por muito tempo em sequência e, portanto, podem sofrer desgaste devido ao aumento do calor.


Já seu grande poder de remover contaminantes a torna ideal para uso em processos produtivos que precisam de esterilização, desde fabricação de farmacêuticos até alimentos e bebidas.


Instrumentais cirúrgicos esterilizados com água tratada por osmose reversa também são mais limpos e menos sujeitos a manchas.


Outro ponto positivo é que sistemas de tratamento de água com osmose reversa ocupam pouco espaço, de forma que a tecnologia é uma opção atraente para ETAs compactas.



Sistema de osmose reversa industrial: quanto custa e como implantar


O sistema de osmose reversa industrial é geralmente uma etapa de uma estação de tratamento de água (ETA).


Essa estação precisa ser especialmente dimensionada a partir de dados como vazão desejada, análise da água que será tratada e finalidade da água tratada, caso contrário, não funcionará corretamente.


Em outras palavras, o sistema de osmose reversa precisa ser projetado sob medida, de acordo com a necessidade de cada cliente ou indústria. Logo, não possui um preço padronizado.


Além disso, o sistema pode variar em materiais, tais como bomba, tubulação, alimentação da rede elétrica e até em estágios de filtração.


Diferentes técnicas podem ser envolvidas além da membrana, como filtro de polipropileno, filtro de carvão ativado, descalcificação, inibição de incrustações ou de cloro ativo etc.


Embora seja difícil calcular o preço médio de um sistema de osmose reversa, convém apontar que é uma tecnologia avançada e não necessariamente barata, considerando que as indústrias precisam tratar grandes quantidades de água.


Para se ter uma noção, uma ETA com tecnologia de osmose reversa dimensionada para abastecer uma indústria que necessita de um volume tratado de 3.000 litros por mês pode sair em torno de R$ 200 mil a R$ 500 mil.


Para implantar esse tipo de tratamento na sua empresa, é preciso não só ter um projeto feito por uma equipe especializada, como também possuir um responsável técnico pela operação e cumprir com uma série de legislações (saiba mais aqui).


Uma alternativa mais econômica e segura de aproveitar os benefícios de um sistema de tratamento com osmose reversa é através do modelo de negócios chamado WAAS (“Water as a Service”).


Nessa modalidade, sua empresa pode ter um sistema de abastecimento e tratamento de água personalizado sem arcar com os custos de implementação e operação. O sistema é projetado, implementado, operado e mantido por uma concessionária de saneamento particular, exclusivamente para sua empresa.


Um detalhe importante é que a responsabilidade ambiental, sanitária e legal pelo sistema também é da concessionária. Assim, você tem água de qualidade garantida e pode se preocupar apenas com gerir sua empresa, sem medo de estar em descumprimento à legislação.


Quer saber mais sobre como funciona esse modelo de negócios? Entre em contato conosco! Será um prazer ajudá-lo a ter um sistema de tratamento com qualidade e sem complicação.